quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Portas que se abrem portas que se fecham


Por Nonato Souza

“Porque se abriu para mim uma porta ampla e promissora; mas os inimigos são muitos” (1 Co 16.9; BKJ).

“[...] Eis que tenho colocado diante de ti uma porta aberta que ninguém consegue fechar [...]” (Ap 3.8; BKJ).

“[...] O que ele abre e ninguém consegue fechar, e o que ele fecha ninguém pode abrir” (Ap 3.7; BKJ).

Na vida o cristão passa por momentos adversos, situações complicadas e certas experiências que certamente o levará a maior maturidade. Isto, certamente, poderá acontecer quando nos deparamos com portas grandes de bênçãos abertas para nós e que repentinamente, sem nenhuma explicação se fecham diante dos nossos olhos sem que saibamos o que está acontecendo e o porquê está acontecendo.

Imagine quando tudo em nossa vida vai bem. Nossas decisões estão dando certo. Os conselhos que nos foram dados por pessoas com maior maturidade que nós, se encaixou perfeitamente. Orações e mais orações a sós com Deus, o coração está disposto e pronto a avançar, a alma se eleva e estamos quase alcançando o objetivo principal. De repente... A porta se fecha.

Já passou por esta situação alguma vez?

Já seguiu algo que pensou ser a direção de Deus, e repentinamente viu seus planos irem por água abaixo, passando a entender que o que estava seguindo e que estava indo tão bem simplesmente não era orientação de Deus? Experiências assim atingem muitos irmãos em Cristo pelo mundo afora. Fique certo que isto acontece todos os dias na vida de muitos santos e quase sempre são situações inexplicáveis.

Muitos fatos acontecem na vida do povo de Deus todos os dias que não entendemos porque acontecem. Tudo ia bem, tudo dando certo, as coisas estavam indo de vento em popa, de repente, pow! A porta se fecha e momentaneamente passa a dar tudo errado. O que houve? Por quê?

Ora, a resposta está em que simplesmente portas se abrem e se fecham regularmente. Por mais que se busque a Deus em oração, que se busque sua boa direção estou certo que existem ocasiões em que Deus tem uma resposta diferente para cada um de nós. Há momentos em que Ele quer fechar uma porta que está aberta ou quer abrir uma porta que está fechada.

Já vivi situações difíceis em que tentei forçar a abertura de portas que repentinamente se fecharam e eu não entendia o por que. Não queria abrir mão daquilo que havia alcançado e não foi fácil aceitar a porta se fechar sem que esboçasse uma reação para vê-la permanecer aberta.

Vamos a um exemplo bíblico sobre o assunto. Em sua segunda viagem missionária, apóstolo Paulo e seus companheiros passando pela Frígia e província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a Palavra na Ásia (At 16.6). Avançaram até Mísia com a intenção de ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lhos permitiu. (At 16.7).

O que temos aqui? Portas que se fecharam. Mas estas portas estavam abertas, e as igreja eram confirmadas na fé e cada dia crescia o seu número (At 16.5). Sim, mas agora o Espírito Santo as fechara, então, eles chegaram a Trôade (At 16.8). Eu fico pensando na frustração que devem ter tido por serem impedidos pelo Espírito Santo de pregar a tantas vidas que necessitavam de salvação, tendo que se dirigirem a outros lugares mais distantes. Era algo inexplicável.

Em Trôade eles foram revelados (At 16.9) que deveriam anunciar a Palavra na Macedônia. O Espírito Santo os queria levar a outro continente para outra cultura a anunciar o evangelho (At 16.10). O texto sagrado registra salvação de almas e fundação de várias igrejas como Filipos, Tessalônica, Coríntios, naquela distante região. Era a orientação do Espírito Santo.

Em todas as situações da vida, esteja certo de uma coisa, Deus tem o controle de tudo e assume a responsabilidade pelos resultados. Não foi Ele que disse: "[Eu sou] o que abre, e ninguém fecha, e fecha, e ninguém abre?" (Ap 3.7). Retrucar ou ficar embravecido com certas situações que acontecem não nos levará a lugar algum, pelo contrário, com nossa estupidez acabamos perdendo a oportunidade de ser agradecidos a Deus por sua intervenção e cuidados em nossa vida.

Se estiveres no fim da tua resistência, tuas forças se esvaíram e não sabes mais o que fazer, é hora de acreditar no Senhor entregando a Ele o seu caminho (Sl 37.5). Ele pode cuidar de nossas vidas, cuidados e ansiedades, cada momento (1Pe 5.7).

Se estiveres diante de uma porta outrora aberta e que agora, por quaisquer que sejam os motivos se encontra fechada, não adianta tentar forçar a mesma para abri-la ou lançar a culpar em alguém por tal situação. Vá ao Senhor com cuidado, perseverança e sabedoria, peça que lhe dê paz e nova direção. Esteja aberto às determinações do Senhor. Não pense que é o fim. O Senhor tem sempre uma porta aberta para orientar os seus no caminho certo. O importante é estar na vontade soberana de Deus, mesmo quando temos nossos sonhos frustrados e não vemos cumprido em nós aquilo que tanto queríamos ou esperávamos.


O melhor a fazer é aceitar a vontade de Deus, mesmo que seja uma porta momentaneamente fechada. Sim, mesmo que Sua decisão seja permanecer com as portas fechadas. Deixe tudo como estar, espere, acalme-se, fique em paz, e aguarde que o Espírito Santo lhe dirija sobre que caminho tomar. Afinal Ele, melhor do que nós entende, perfeitamente, o que faz. Pense nisto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário