terça-feira, 25 de janeiro de 2011

UMA NOVA IGREJA, UM NOVO DESAFIO


Por graça e misericórdia de Deus, já estamos na igreja Assembleia de Deus de Brasília da QNO 06, Ceilândia – Distrito Federal. Aprouve Deus e o ministério, enviar-nos para pastorear este rebanho. Fomos empossados dia 07 de janeiro de 2011 e na semana seguinte fixamos residência nesta cidade. Aqui estamos para realizar a obra de Deus.
O trabalho pastoral requer daqueles que nesta obra militam disposição para atender as necessidades do campo. Somos soldados e fomos chamados para este mister. Somos instados ao trabalho e devemos militar a boa milícia da fé.
Fortificado na graça que há em Cristo Jesus, continuarei avançando. Estou fixado num alvo, fazer sempre em minha vida, a vontade soberana de Deus, por isso, luto para esquecer-me das coisas que para trás ficam e procuro avançar para as que estão diante de mim. O bom soldado nunca deve se embaraçar com os negócios desta vida, pois, tem ele um alvo: “agradar aquele que o alistou para a guerra”, e se ele não militar legitimamente não será coroado (2 Timóteo 2.4,5).
Estamos em uma nova igreja. Temos como alvo, fazer a vontade de Deus e nos dedicar o máximo dentro das nossas possibilidades. Vamos semear, semear e semear, esta é a nossa função. Quanto ao crescimento, deixemos com o Espírito Santo, este é um trabalho totalmente Dele. Vamos avançar, estou contando com cada membro, todos são importantes neste conjunto, neste arraial dos santos. Um abraço a todos que fazem parte deste maravilhoso rebanho.
Vosso em Cristo:
Pr. Nonato Souza (Pastor local).

domingo, 2 de janeiro de 2011

PROSSEGUIR ATÉ O FIM


“Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até o fim” (Hb 6.11).
O grande propósito de Deus é que andemos sempre para frente. Começar não é difícil, chegar até o fim é sempre um desafio.
Na carreira a nós proposta pelo Senhor Jesus, só alcançarão galardão os que chegarem até o fim. Os exemplos que citamos a seguir, extraídos do Livro Sagrado, nos servem de exortações para que não sigamos os seus passos, além de nos trazer alento e coragem para prosseguirmos e nunca desistirmos, ou melhor, nunca pararmos.
Esaú se tornou profano a ponto de perder o seu direito de primogenitura, quando o vendeu por um prato de lentilha, ao tentar ainda herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que, com lágrimas, o buscou. Israel saiu do Egito em direção à terra de Canaã, dos que saíram apenas dois entraram na terra prometida, a maioria ficaram prostrados no deserto. A mulher de Ló deixou-se vencer pelo concupiscente pecado de Sodoma e Gomorra e foi transformada numa estátua de sal, não chagando ao final de sua jornada. Sansão começou bem a caminhada, mas deixou-se seduzir por uma mulher prostituta de Tinate. O mancebo rico desprezou a oportunidade de seguir a Jesus, porque o seu coração estava depositado nas riquezas desta vida. Apóstolo Paulo dar informações de Demas tê-lo abandonado amando o presente século. Por tudo isto, e muito mais, a recomendação da Palavra de Deus continua a mesma para nós hoje: “Sê fiel até a morte (fim) e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2.10, grifo nosso).
Estou certo, que existirão aqueles que por, algum motivo, ou por objeto de seus interesses, deixarão de olhar para o alvo e irão, certamente, parar na jornada. Existem momentos em nossa jornada que temos vontade de parar, não apenas por causa dos desânimos, lutas e dificuldades, mas, as adversidades geradas às vezes por aqueles que estão próximos de nós, amigos, parentes e outros, que por algum motivo tocam profundamente as nossas forças, a ponto da parecer que as mesmas se esvairão. É aqui que precisamos aprender a confiar somente em Deus e fazer das nossas horas a sós com Ele, o momento mais importante para nós. Só Ele nos entende e sabe cuidar de nós. Portanto, mesmo que o vento assopre de todos os lados, não á hora de parar. Existe uma esperança maior, um alvo maior, uma eternidade melhor. É assim, que precisamos olhar, para que possamos ver além das falhas, erros e mediocridades de homens cujo pensamento limitado se volta apenas para as coisas desta terra. Assim, penso que firmada a nossa confiança em Deus, chegaremos no lugar preparado por Ele, a eternidade, o céu. “Mas a nossa cidade está nos céus donde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” (Fp 3.20).

Pr. Nonato Souza.