quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

“COM ESTES TREZENTOS VOS LIVRAREI”


No texto de Juizes 7.7 temos esta palavra de Deus dada a Gideão. Meditemos sobre o assunto.
Mais uma vez Israel se desvia dos caminhos do Senhor, se envolvendo com outras nações e pecando contra Deus. O pecado cometido por Israel contra Deus o levou ao estado de escravidão. Os midianitas roubavam suas colheitas, tomavam seu gado e os forçava a se esconderem em covas e cavernas. Debaixo de tamanho julgo os Israelitas clamam ao Senhor na angústia, e mais uma vez Deus lhes é compassivo e misericordioso. Deus está sempre pronto a abençoar seu povo quando este o busca de todo coração. O profeta Jeremias enfatiza: “E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.”

1. A situação do povo de Deus.
Fizeram o que parecia mal aos olhos do Senhor (Jz 6.1);
O Senhor os entregou nas mãos dos Midianitas por sete anos (Jz 6.1);
Os inimigos destruíam de Israel toda a novidade da terra e não deixavam nem ovelhas, bois e jumentos (Jz 7.3,4);
Chegando a empobrecer muito pela presença dos inimigos (Jz 6.6);

2. Israel Clama ao Senhor
Este foi o ultimo recurso de Israel, e só o fez devido a opressão que sofria (v.7);
Israel só buscava ao Senhor nos momentos de aperto;
A fé dos israelitas não era originada no amor e gratidão a Deus, mas em desejos e ambições egocêntricas;
Somos exortados pelo Senhor a buscá-lo não apenas por aquilo que recebemos ou por aquilo que ele tem feito por nós, mas porque realmente o amamos;

3. Deus levanta um homem chamado Gideão. Quem era Gideão?
Gideão vivia em Ofra, povoado que ficava ao sul do vale de Esdrelon (v.11);
Gideão trilhava o trigo, não na eira publica, por medo dos Midianitas, mas num lugar escondido (v. 11);
A saudação do anjo foi profética, pois, naquele momento Gideão não era corajoso nem esforçado (v.12);
Gideão culpou Jeová pelos acontecimentos sucedidos, não percebendo que Israel havia se esquecido de Deus (v.13).

4. A prova de Gideão e os passos para a vitória.
Gideão derruba o altar de Baal por ordem do Senhor (vv. 25-29);
O Espírito do Senhor reveste Gideão (v.34);
Gideão faz prova de Deus com o velo de lã (v.36-40).

5. A Guerra e a vitória de Gideão.
O exército de Israel era inicialmente composto de 32.000 israelitas;
Jeová viu que Gideão tinha soldado demais para o tipo de vitória que ele queria lhe conceder (v.2);
O exercito de Gideão era composto de muitos homens medrosos e tímidos que receberam ordens para voltar (v.3;Dt 20.1-8);
Ficaram então, dez mil soldados, que embora fossem valentes e corajosos Deus quis reduzir ainda mais o seu exercito (v. 4; 1Sm 14.6);
Deus queria tratar com os mais aptos, então envia os dez mil às águas para ali os provar (v.4);
A palavra de Deus a Gideão é: “aquele que lamber a água com sua língua como o lambe o cão, põe de parte” (v.5). Como também todo aquele que se abaixar de joelhos a beber (v.5);
Desses dez mil que foram à fonte, apenas 300 lamberam as águas levando a mão à boca (v.6);
Estes trezentos estavam aptos. Em todo o momento estavam estes preparados para responder ao seu chefe;
Então disse Deus a Gideão: “Com estes trezentos os livrarei” (v.7)

6. Lições que podemos extrair deste episódio.
A igreja não precisa de pessoas indispostas a ariscar-se na obra do Senhor;
Numa guerra espiritual a qualidade é mais importante que a quantidade;
Deus queria atribuir a vitória para glória do seu nome e não à glória de homem algum (1Sm 14.6)

Conclusão: Você está disposto a fazer parte deste pequeno grupo de homens, porém, capazes de lutar em prol do reino de Deus seja qual for à situação? Deus está recrutando soldados que tenham disposição para lutar. Aqui e agora, venha fazer parte deste exército qualificado e preparado para vencer.

Pr. Nonato Souza.

Um comentário:

  1. Shalom!

    Uma alegria conhecer seu blog. O Eterno resplandeça o rosto DELE sobre ti!

    Medite no Salmo 36.8,9

    Nele, Pr Marcelo

    Visite: http://davarelohim.blogspot.com/

    e veja o texto:

    As três necessidades do apóstolo Paulo

    ResponderExcluir